Algumas Coisas

Acelerado e imprimindo seu ritmo a mim...
Um arrepio...
Meu corpo estremecido e percorrem-me ondas
Há algo em mim querendo sair
Tento acalmar meu corpo
Não conseguirei me conter por muito mais tempo
O ponteiro do relógio girando não posso mais ver, eu sei
Então só posso gritar
Estou liberto ou escravo do que estava aprisionado
No meu âmago e talvez eu ainda não saiba o que isso
Queira dizer
Será que você pode me traduzir
Repete
Repete
É o mesmo momento de antes
Eu pensei...
Vamos buscar algo mais
Dependo de várias respostas
Vou perdendo a consciência
Meu corpo é apenas mais uma máquina
-Escrava- e esta se corrompendo
Mas talvez você possa me trazer um pouco mais de alegria
O que eu disse? Não sei se era bem isso que eu tinha a dizer.
Vem buscar o que sobrou
Prossiga
Tudo que eu pensei descobrir, apenas reprise que continuará.
Talvez perda de tempo
O eco aumentado...
Guilherme Souza Pinto 13/06/2008

0 comentários: