Sente o Ar
O quão o peso Chumbo de outrora
agora se foi
Foram gotas ácidas que lavaram
esses mesmos caminhos?
Acordado de um sonho...
Desperto de uma Ilusão...
Mesmo sem ter vivido a manhã que nasceu
Já são 12 horas e finjo ainda ser
Noite, aquele mesmo Luar
E há um corpo marcado ao chão
um contraste antigo e negro
de um agora que poucos entendem
que poucos conhecem...
Se, é que, é o mesmo que foi antes
então renovado(...)
Na Luz ainda Restou um fragmento marcado
seu semblante inapagável,
não finjo mais... caminho, continuo o meu passo
Desperto não me apago.